Skip to content

Diferenças entre empréstimos: Modalidade e tipos de crédito

 
 

“Você deve saber as principais diferenças entre empréstimos antes de solicitar, obter, contratar, pedir, pegar ou fazer empréstimo pessoal que em geral não é uma ação bem aceita, principalmente quando o motivo de emprestar é para pagar dívidas ou pendências financeiras.”

 
 

— Antes de solicitar o dinheiro emprestado, todos deveriam saber quais as principais diferenças entre os tipos e modalidades de crédito para escolher aquela que mais se encaixa ao seu perfil e condição financeira”

Mesmo que muitas pessoas achem um absurdo fazer um empréstimo pessoal, em muitos casos pode ser vantajoso realizar essa operação em um banco ou credor online. Especialmente em casos onde o contrato da linha de crédito se mostra vantajosa por causa de taxas de juros mais baixas e quando a operação é feita em uma instituição confiável e segura.

Diferenças entre empréstimos
Quais as principais modalidade, tipos de crédito e diferenças entre empréstimo?

Nos últimos anos o Brasil tem passado por uma de suas piores crises econômicas, e isso tem atingido milhares de brasileiros no bolso. Por um lado houve ganho por causa da maior concorrência e do outro, muitas agências bancárias estão fechando suas portas em muitas cidades movidas pelos bancos e contas correntes digitais sem banco.

O crescimento do segmento de serviços bancários online tem sido um fator que tem colaborado com o encerramento de atividades em locais físicos apesar do lucro gigantescos dos bancos.

Hoje é possível fazer a maioria das transações bancárias sem ir a uma agência ou precisar sair de casa, até mesmo contratar empréstimos através de sites online e aplicativos no celular (empréstimo pessoal online) isto já é mais que uma realidade dos brasileiros.

— Apesar dessa novidade no segmento ser uma forma de disruptura, desburocratização e dar agilidade aos processos, muitos se sentem inseguros.

Muitas vezes, essa insegurança é motivada pela falta de informações suficientes para detalhar as linhas de crédito. Pensando nisso, vamos explicar as diferenças entre empréstimos pessoais e empréstimo consignado, as opções mais usadas por quem está procurando por crédito pessoal.

Tipos e modalidades de empréstimos mais usados no Brasil


Empréstimo pessoal para pessoa física

O empréstimo pessoal é geralmente concedido por bancos e agências financeiras com um propósito para ocasiões onde o dinheiro será gasto de forma imediata com algo específico como compra de carro, compra e reforma de casa, pagamento de alguma dívida para evitar o nome negativado, etc.

A maior atenção na hora de tentar pegar um empréstimo pessoal jurídica ou física é verificar as diferenças entre empréstimos, as possibilidades de valor a ser contratado, o prazo de pagamento e taxas de juros. A atenção à taxa de juros, para a soma final, faz muita diferença. E também evita o acúmulo de dívidas para o contratante.

Empréstimo consignado em folha de pagamento

Aposentados, pensionistas, servidores públicos são o foco principal dessa linha de crédito financeiro. Porém, trabalhadores em regime CLT também podem conseguir. Uma das vantagens dele é poder ser descontado direto na folha de pagamento, evitando que o cliente deixe de pagar a parcela, e assim, acabe em mais pendência.

Exatamente por essa garantia de recibo da empresa concedente, elas conseguem fazer com que a taxa de juros seja mais baixa do que a do empréstimo de crédito pessoal.

Empréstimo sem consulta e com restrição

O empréstimo pessoal sem consulta ao SPC e Serasa é uma das melhores opções do mercado para tomar dinheiro emprestado para quem está com o nome sujo, com restrição de crédito e CPF restrito.

Vale mencionar que independente do credor que vai analisar o pedido de crédito, ela fará uma avaliação do perfil, da situação cadastral, da comprovação documental, a validade do CPF e a situação junto aos bureaus de crédito.

Apesar de chamarmos a modalidade de crédito sem consulta, a consulta existe, seria melhor chamarmos de empréstimo com restrição. De qualquer forma, quem está negativado e precisa de dinheiro com urgência tem essa alternativa que apesar de ser mais cara é a mais flexível para quem esta com o nome sujo e não tem como recorrer aos principais bancos privados.


Diferenças entre empréstimo consignado e empréstimo pessoal

Sabemos que até aqui pode parecer confuso ver alguma diferença entre os empréstimos. Afinal, ambas parecem ser uma questão de negociação com a instituição financeira. Mas há algumas sutis diferenças entre empréstimos para o resultado final. Veja algumas:

Prazo para pagamento

Enquanto o crédito pessoal pode chegar em um prazo de 48 meses para pagamento, com o consignado é possível o parcelamento em até 96 meses. Porém, esse prazo depende do valor concedido e também da política de cada instituição financeira.

conheça as diferenças entre empréstimos

Juros dos empréstimos

Os juros podem chegar a até 7% em bancos para o empréstimo pessoal. Enquanto para o consignado, cai para cerca de 1.51% a 4%. Mas, atenção: essa é uma taxa mensal e não anual.

Histórico de crédito

Empréstimo mesmo estando negativado. Enquanto para o crédito pessoal é impossível a contratação em caso de nome negativado no SERASA, é possível, com o modelo consignado, ter esse serviço mesmo com a negatividade.

TAC (Taxa de Abertura de Crédito ou similar)

Cada banco tem sua própria taxa para a abertura desse procedimento. Essa é uma taxa única e não interfere no parcelamento. Porém, ao lado do consignado, que é isento, acaba sendo uma desvantagem para quem já está endividado.

Fiador ou avalista

A função do fiador é ser uma fonte de garantia de pagamento em casos onde o contratante não pode pagar suas parcelas. O fiador é exigido para o crédito pessoal e dispensado no consignado.

Contratar um modelo de empréstimo pode ser vantajoso em casos onde você tenha alguma certeza de que vai poder pagar até o fim, mesmo com os juros, sem comprometer sua renda para necessidades básicas.


Como avaliar a melhor linha de empréstimo pessoal ou crédito?

Mas com podemos avaliar acima, os juros devem ser também a grande forma de avaliar se uma linha de crédito é mesmo válida. Além disso, procurar fazer diferentes orçamentos caso vá comprar algum bem material ajuda a contratar somente o dinheiro necessário, e assim, não ter um valor tão alto de dívida final.

Para escolher o melhor modelo de crédito, é importante avaliar bem as diferenças entre empréstimos e o que você pretende fazer com o dinheiro e como você pode pagar durante os prazos de pagamento das instituições.

O segredo é procurar ter somente o dinheiro emprestado para cada momento que seja de fato necessário, ou seja, avalie bem o que são seus desejos de consumo e suas reais necessidades. Assim, você conseguirá boas condições de crédito e sem o risco de endividamento sabendo perfeitamente quais as diferenças entre empréstimos.

Mais assuntos do seu interesse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *