Skip to content

Empréstimo com salário ou renda extra – Entenda!

novembro 15, 2019

 
 

“Existem muitos tipos de motivos para alguém querer um empréstimo pessoal, desde a compra de mobília nova, a aquisição de veículo, o financiamento de uma viagem, custear uma cirurgia plástica ou suprir com dinheiro um emergência financeira, etc.”

 
 

Em todos esses casos e muitos outros que não citamos, a necessidade de uma quantia específica de dinheiro pode ser satisfeita com a contratação de um empréstimo ou financiamento.

Empréstimo usando salário ou renda

Empréstimo com salário ou renda

Os empréstimo pessoais online, em lojas ou bancos podem representar uma boa opção para financiar qualquer necessidade. Na Internet, principalmente, você encontrará todas as informações necessárias em relação aos tipos de empréstimos, as modalidade e ainda poderá analisar quais credores são os melhores para fazer negócios.

Use sites de comparadores e simuladores de empréstimo online para encontrar as melhores ofertas disponíveis.

Ao precisar de dinheiro, o primeiro passo, é estabelecer um acordo com um credor solicitando um empréstimo. Decida qual empréstimo quer fazer e, posteriormente, encontre o fornecedor.

Só não esqueça que o credor (a instituição que fornece o empréstimo) vai analisar e estudar a capacidade do solicitante, mutuário ou cliente (aquele que solicita o dinheiro) se ele poderá pagar o empréstimo de volta.

Empréstimo com conta salário sem burocracia

Na maioria dos bancos existe um operação de “Crédito Salário” para quem recebe o salário na conta corrente, com esse tipo de empréstimo o dinheiro é liberado rápido e com apenas alguns cliques.

Para contratar o “empréstimo com salário“, basta ir até um Caixa Eletrônico, Autoatendimento pela Internet, pelo Celular e Tablet, Agências bancárias e Correspondentes dos bancos espalhados pelo Brasil.

Obrigações e termos do contrato do empréstimo

O mutuário ou cliente terá que cumprir todas as obrigações que constam no contrato do empréstimo (pagar o empréstimo juntamente com os juros, impostos e taxas bancárias) usando a renda, salário ou ativos que ele ou ela possui, tanto no presente quanto no futuro.

É por isso que o banco geralmente analisa os riscos envolvidos na operação antes de aprovar um empréstimo, normalmente é solicitado documentos pessoais, informações financeiras incluindo aqueles que demonstram uma fonte de renda ou salário.

O risco da operação pode ser diminuído com o pagamento direto na conta corrente, com o desconto das parcelas automaticamente na folha de pagamento (empréstimo consignado) ou com a alienação de bens ou veículos como garantia.

Fatores para levar em conta ao contratar um empréstimo

Antes da assinatura dos documentos em um contrato de empréstimo com salário, o prazo para o reembolso do principal emprestado e os juros que serão aplicados devem ser acordados com o banco ou credor. Nesse cálculo, há três fatores essenciais que desempenham um papel central:

  • O valor principal emprestado
  • A taxa de juros cobrada
  • O prazo de pagamento

Qualquer banco realizará um estudo detalhado da capacidade do cliente de pagar o empréstimo e, dependendo das condições e de cada caso, estabelecerá uma porcentagem para emprestar o dinheiro ex:

 Empréstimo Consignado Público  1,7%
 Empréstimo Consignado INSS  1.9%
 Empréstimo Consignado Privado  2,7%
 Empréstimo Pessoal  7,2%
 Cartão de Crédito Parcelado  8.3%
 Cheque Especial  12,1%
 Empréstimo para negativado  16.4%

A taxa de juros é calculada aplicando uma porcentagem ao valor principal solicitado pelo cliente, quanto ao período de pagamento, pode ser concedido com base no risco da operação ex:

  • Empréstimo com restrição online, até 12 parcelas
  • Empréstimo consignado em folha, até 72 parcelas ou mais
  • Empréstimo com Penhor, até 60 parcelas
  • Empréstimo com agiota, até 30 dias

Antes de assinar o empréstimo, você deve estar ciente da CET – Custo Efetivo Total que será aplicada na operação. O CET é um indicador que inclui o custo total do empréstimo, uma vez que ele inclui a taxa de juros, bem como todas as outras tarifas, tributos e custos aplicáveis.

Isso significa que o CET pode ser usada para comparar ofertas de um produto de empréstimo similar de outras instituições.

Vantagens de um empréstimo usando a renda ou salário

Ter um salário ou renda não é a condição essencial para se obter um empréstimo que você o solicita para ser aprovado.

De fato, você pode conseguir uma certa quantia de dinheiro pedindo um empréstimo mesmo sem ter um salário, embora os prazos e condições para um empréstimo usando a renda ou salário tendem a ser melhores.

A maneira mais fácil de descobrir os detalhes de um empréstimo é usar as ferramentas para simular empréstimos disponibilizadas pelos credores online, sites e aplicativos.

Em geral, eles fornecem orientações passo a passo para que os clientes, através do processo de estimativa de seus empréstimos, saibam escolher a melhor opção.

Ao enfrentar qualquer desafio financeiro significativo que exija a solicitação de um empréstimo pessoal, ter um salário depositado diretamente em conta bancária proporcionará uma diminuição dos juros que estão sendo cobrados (como no empréstimo consignado), isso tornará a taxa mais baixa.

Artigo Atualizado
Esse artigo foi "Revisado" e "Atualizado" ([lmt-post-modified-info]) para inclusão de novas informações e pequenos ajustes no texto. Essas atualizações são publicadas como nova versão do artigo e geralmente seguindo o feedback dos usuários esporádicos ou leitores assíduos.

Mais assuntos do seu interesse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *