Skip to content

Alternativas de empréstimo para desempregados

 
 

“Quais as alternativas de empréstimo para desempregados que pode ser encontrado e que estão disponíveis para quem quer conseguir dinheiro emprestado e infelizmente ainda não conseguiu um emprego fixo.”

 
 

Um empréstimo pessoal é ainda mais atraente quando não exige garantias. Se o credor aprova seu empréstimo, tudo que você precisa fazer para por a mão no dinheiro é assinar o contrato de empréstimo.

No entanto, algumas pessoas não conseguem se qualificar para aprovação de empréstimos pessoais, seja devido ao nome estar sujo, ter crédito ruim (estar com restrição), é desempregado ou algum outro motivo burocrático.

empréstimo pessoal para desempregados
Quais as alternativas de empréstimo para desempregados com renda?

Quais os tipos de empréstimo para desempregados existentes?

Felizmente, devido ao crescimento do mercado de crédito no Brasil, os consumidores têm algumas alternativas além dos empréstimos pessoais bancários, essa alternativas podem ajudar a resolver uma crise financeira temporária ou uma emergência repentina.

Veja abaixo algumas modalidades de empréstimo para desempregados:

  • Saque de dinheiro com cartão de crédito: se você possui um cartão de crédito, você provavelmente tem a capacidade de obter um saque ou adiantamento em dinheiro até o limite definido pela administradora do cartão. Mas tenha cuidado, os juros acumulados desde o primeiro dia, bem como as taxas para saque podem se tornar um grande problema. Alguns cartões se especializam em oferecer taxas baixas para esse tipo de modalidade de crédito.
  • Empréstimo peer-to-peer: são semelhantes aos empréstimos pessoais não garantidos, exceto pelo fato de o financiador poder ser qualquer pessoa, indivíduo ou instituição que aceite sua inscrição em um site ou plataforma online. Exemplos deste tipo de empréstimo são: Nexoos, Biva, TuDigital entre outras. Confira aqui as melhores plataformas de P2P.
  • Empréstimo com familiares ou amigos: Se disponível, estes podem ser os mais fáceis de se obter, mas tenha em mente possíveis desvantagens. Mesmo que você não tenha que pagar juros sobre o empréstimo, o risco de haver um briga se você não pagar o empréstimo – é grande. Além disso, algumas pessoas simplesmente não querem compartilhar suas dificuldades financeiras com seus parentes ou colegas mais próximos.
  • Empréstimo com garantia de carro: você pode usar seu veículo para garantir a aprovação de um empréstimo garantido, desde que o mesmo seja suficiente para garantir o pagamento. Contudo, estes empréstimos são baratos, mas o mutuário corre o risco de perder seu carro se as parcelas não forem pagas.
  • Empréstimo com garantia de casa: Se você tem capital próprio através de sua casa, pode conseguir um refinanciamento que lhe permita sacar parte do valor do seu patrimônio, os empréstimos com garantia de imóvel podem atingir até 1 milhão de reais.
  • Empréstimo com Penhor: Existem lojas de penhores que cobram altas taxas de juros para emprestar dinheiro com até 25% do valor do objeto penhorado, mas também existe o Penhor da Caixa que aceita objetos de valor e cobra apenas, até 6% e pode refinanciar depois que o prazo terminar. No entanto, no primeiro caso e bom evitar se possível.

Todas as alternativas listadas acima exigem consideração na hora de decidir qual é a melhor opção – avalie cada uma delas com cuidado caso você não se qualifique para um empréstimo pessoal tradicional, somente desta forma será possível determinar qual delas pode funcionar para você.

Esta sem trabalho? Tem crédito ruim e restrição? Sem problemas.

Os tipos modalidades de empréstimo pessoal que listamos acima indicam que você não deve fornecer uma comprovação de renda para obter dinheiro desejado. Isso quer dizer que não precisa apresentar um holerite, extratos bancários, contras-cheques de benefícios ou comprovante de aposentadoria ou pensão. Ou seja, empréstimo para desempregados.

Normalmente, os empréstimos garantidos não exigem que você forneça um comprovante de renda. Isso porque você tem que colocar uma garantia para obter o empréstimo, isto deve estar bem claro na sua mente.

Vale mencionar que o credor sabe que pode aproveitar sua garantia e assim caso de algo errado poderá vendê-la se você não pagar as parcelas do empréstimo.

Isso faz com que os empréstimos garantidos sejam muito menos arriscados, o que pode dar direito a uma CET e taxas de juros mais baixas. A desvantagem é que você perderá sua propriedade que ficará alienada ou bem penhorado se você não pagar em dia o empréstimo.

— Vale mencionar que diversos credores estão dispostos em aprovar um empréstimo com restrição, ou seja, sem consulta desde que o solicitante consiga comprovar renda, e não necessariamente estar empregado para demostrar essa comprovação.

Artigo Atualizado
Esse artigo foi "Revisado" e "Atualizado" ([lmt-post-modified-info]) para inclusão de novas informações e pequenos ajustes no texto. Essas atualizações são publicadas como nova versão do artigo e geralmente seguindo o feedback dos usuários esporádicos ou leitores assíduos.

Mais assuntos do seu interesse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *