Skip to content

O PayPal é seguro? Dicas para comprar, vender e enviar dinheiro

julho 9, 2019

 
 

“O PayPal é uma ferramenta para enviar e receber dinheiro online. É um serviço dos mais seguros, mas sempre que você vincula seus dados financeiras a um serviço online, a segurança deve estar no topo das atenções.”

 
 

Então, quão seguro é o PayPal para os usuário?

O PayPal é seguro? Dicas para comprar, vender e enviar online
Descubra quanto o PayPal é seguro? Confira as dicas para comprar, vender e enviar online

Na maioria das vezes, o Paypal é confiável e seguro ser o serviço e vincular contas a plataforma, mas, em última análise, depende de quais são suas preocupações. Ex:

  • Os compradores online descobrirão que o PayPal é uma maneira fácil e segura de fazer compras.
  • Os vendedores de produtos online podem se beneficiar do uso do PayPal, mas há riscos a serem monitorados. Esses riscos não são exclusivos do PayPal, mas alguns vendedores não estão cientes desses possíveis problemas.
  • As transferências de dinheiro sempre chegam ao destino com segurança, mas a questão é se você sabe ou não quem está enviando dinheiro.

O PayPal é seguro para usuários, compradores e vendedores?

Na maior parte das transações sim, o PayPal é seguro quando você o usa somente para enviar dinheiro. No entanto, nada na Internet é completamente, 100% livre de riscos – falhas de sistema ou de violações de dados, tudo é possível em qualquer lugar.

Mas não há dúvidas de que o PayPal (link) é uma empresa respeitável que faz a segurança e proteção de dados do consumidor com eficiência suficiente para mantê-lo entre as empresas online mais seguras.

E quanto a segurança de dados? O site do PayPal mantém as transações criptografadas. Contanto que você tenha uma conexão segura com o site legítimo do PayPal, qualquer informação que você trocar ficará oculta de olhos terceiros e curiosos.

O PayPal utiliza recursos de segurança padrão do setor que você esperaria de qualquer grande instituição financeira usa, a empresa oferece ainda recompensas financeiras a hackers que descobrirem vulnerabilidades na plataforma.

O Paypal pode ser hackeado? Sim, mas seria bem difícil para o invasor.

O site tem uma camada de proteção? Sim, se você já usou seu cartão de crédito online ou entregou um cheque a um comerciante local, você correu o mesmo risco quando forneceu essas informações ao PayPal.

Se você não sabia, os ladrões podem encontrar sua conta bancária e números de roteamento em qualquer cheque pessoal, eles podem (tentar) usar essas informações para obter dinheiro de sua conta corrente.

Usar o PayPal pode até ser mais seguro do que fornecer o número do seu cartão de crédito ou as informações da sua conta bancária diretamente no site de onde você está comprando ou realizando alguma operação financeira.

Por quê? No Paypal você mantém essas informações em um só lugar em vez de distribuí-las em todos os lugares em que você faz compras. Se algo acontecer, você não precisará cancelar seus cartões e atualizar todas as suas cobranças automáticas.

Você pode apenas proteger sua conta do PayPal, basta apenas:

  • Alterar o email de cobrança
  • Mudar sua senha
  • Configurando outro número de cartão de crédito

Dicas para fazer compras online de forma segura

Tome precauções para garantir que suas informações pessoais e financeiras permaneçam seguras.

  • Mantenha sempre o software atualizado em seu computador ou dispositivo móvel – especialmente software de segurança.
  • Evite o Wi-Fi público para transações financeiras, incluindo o gerenciamento ou até mesmo a visualização da sua conta do PayPal. Use dados móveis em vez disso, se você estiver fora de casa.
  • Use um cartão de crédito como método de financiamento em vez de um cartão de débito ou transferência bancária direta.
  • Use um computador dedicado para transações financeiras se você quiser ser especialmente seguro. Não use esse dispositivo para navegar e mídias sociais.
  • Desconfie de links em e-mails de desconhecidos. Os golpes de phishing podem apresentar mensagens que parecem vir do PayPal, mas realmente vinculam a sites impostores que roubam as informações da sua conta.

Disputas e Fraude no Paypal

O que acontece se alguém gastar dinheiro com sua conta do PayPal sem a sua permissão ou se você pagar por um item que nunca chega ao destino que você indicou?

Proteção ao comprador: O programa de proteção ao comprador do PayPal pode reembolsá-lo. Para aproveitar esse serviços, você precisa relatar a transação rapidamente, vale mencionar que a Buyer Protection não cobre todas as transações.

A Proteção ao Comprador é semelhante aos benefícios que você obtém com um cartão de crédito convencional. Você pode reverter as cobranças se o vendedor não entregar o que foi prometido.

Antes de confiar na Proteção ao Comprador, leia as políticas do PayPal para garantir que o serviço esteja disponível para qualquer pagamento com o qual você esteja preocupado. Algumas transações não são elegíveis.

Método de financiamento: Para proteção extra, que é uma boa idéia para completar compras PayPal com um cartão de crédito (use seu cartão como financiamento, (o mecanismo não é como uma “transferência imediata” da sua conta bancária, cartão de débito, ou saldo do PayPal).

Por quê? Se o PayPal decidir não reembolsar seu dinheiro, tente contestar a transação novamente com o emissor do cartão de crédito.

Além disso, um cartão de crédito não está vinculado diretamente à sua conta bancária, como um cartão de débito, isso evita que você não tenha uma conta esvaziada enquanto limpa a bagunça de algum vendedor.

Depois de tudo isso que foi dito, pagar por compras com o PayPal é provavelmente muito mais seguro do que pagar com Western Union e outros tantos onde os pagamentos não podem ser revertidos.

enviar e receber dinheiro online como o Paypal

O PayPal é seguro para vendedores?

Você naturalmente quer que cada transação resulte em ganho mútuo, mas o que é bom para os compradores nem sempre é bom para os vendedores. Se você administra uma empresa, é importante ser pago pelos produtos e serviços que você fornece.

Então, é seguro confiar no PayPal para processar pagamentos de clientes?

A maioria das empresas que aceitam pagamentos com o PayPal acham que é perfeitamente seguro. Eles são pagos mais ou menos como esperam, e a fraude é pouco mais que um raro aborrecimento.

No entanto, há muitas histórias de horror de vendedores que acham que o PayPal pendurou as fraudes para secar. Não são dois lados para cada história, mas há histórias suficientes por aí que as empresas devem tomar conhecimento antes de assumir que o PayPal é totalmente seguro.

Cobranças contestadas: O principal risco para os vendedores é a facilidade com que os clientes podem contestar as cobranças. Os clientes podem alegar que as mercadorias nunca chegaram ou que você não entregou o que prometeu, e o PayPal parece assumir que o cliente está (quase) sempre certo.

Você pode defender seu caso, mas precisará de provas sólidas para que o PayPal decida a seu favor.

Este risco não é exclusivo do PayPal. Os clientes também podem reverter as cobranças do cartão de crédito com facilidade. No entanto, por alguma razão, o PayPal parece ter uma reputação de ser especialmente difícil de se trabalhar.

Talvez essa reputação seja bem merecida, ou talvez haja apenas uma minoria que fala sobre isso.

Os clientes disputam pagamentos por vários motivos:

  • O pagamento foi genuinamente fraudulento (a conta do cliente foi hackeada, por exemplo).
  • Uma remessa ou produto nunca chegou em segurança ao destino.
  • Um cliente estava insatisfeito com o seu produto.
  • O produto era diferente do divulgado e adquirido.
  • O vendedor envio uma cobrança recorrente indevidamente.

Então o que você pode fazer para se proteger? Tenha cuidado com o  modo de venda e para quem você vende. Itens caros são (não surpreendentemente) os alvos mais atraentes para os falsários, ladrões e espertinhos de última hora.

Para reduzir as chances de um problema maior, tente o seguinte:

  • Enviar apenas para endereços verificados.
  • Evite entregar mercadorias pessoalmente sem um recibo. É melhor ter um comprovante de entrega da UPS ou de um remetente similar se quiser que o PayPal se alinhe com você.
  • Requeira uma assinatura como comprovante para itens caros.
  • Explique claramente o que você está vendendo, incluindo quaisquer recursos ou limitações confusos que deixem os clientes insatisfeitos. Inclua fotos de quaisquer defeitos ou danos. Surpresas não são boas.
  • Comunique-se com clientes infelizes prontamente e educadamente.

No passado, as empresas que vendiam cobravam taxas pelo serviço eram praticamente imunes aos problemas de Proteção ao Comprador. Isso não é mais o caso. Portanto, certifique-se de documentar suas comunicações para que você possa fornecer provas para o PayPal se houver uma disputa.

Seguro do Fundo Garantidor de Créditos – FGC?

Seu saldo do PayPal geralmente não é segurado pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC). O PayPal explorou maneiras de oferecer proteção financeira aos clientes, mas a cobertura não está amplamente disponível.

Como resultado, se o PayPal se tornar insolvente, é possível que você perca dinheiro armazenado na sua conta. Se isso lhe interessar, mantenha o saldo baixo e transfira fundos para sua conta bancária o mais rápido possível assim que recebê-la.

Obs.: O PayPal não é um substituto para uma conta bancária em pleno funcionamento. Se você não puder se qualificar para uma conta bancária, outros produtos financeiros, incluindo alguns cartões de débito pré-pagos poderão oferecer recursos semelhantes juntamente com a proteção (FGC) para suas economias.

Mais assuntos do seu interesse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *