O email é o aplicativo de Internet mais popular do mundo, com mais de 2,5 bilhões de usuários e 4,35 bilhões de contas, segundo a pesquisa de uma grande empresa do segmento.

Mesmo depois de anos da criação, o correio eletrônico continua sendo um padrão de comunicação e aplicativo de missão crítica nos negócios comerciais, pessoais e de entretenimento. De fato, um pessoa normal no seu trabalho envia e recebe em média 105 emails por dia.

A desvantagem dessa contínua popularidade e utilidade do email é que os cibercriminosos estão cada vez mais direcionando suas intenções malignas para obter acesso a redes privadas, particulares e principalmente corporativas.

Alguns pesquisadores estimam que 2% a 4% de todos os emails que circulam na web contêm vírus maliciosos.

Aqui estão cinco maneiras pelas quais usuários individuais podem minimizar o risco de uma violação relacionada a email.

1) Fortalecer suas senhas para entrar no Hotmail

Quando você não altera senhas padrão ou usa as três senhas mais comuns – “password“,”123456“,”000000” – você torna o trabalho de um hacker muito fácil.

Uma senha deve ser uma série complexa, aleatória de letras, números e símbolos, e deve ser alterada pelo menos a cada três meses. As pessoas usuárias de emails e organizações também devem considerar o uso de autenticação multi-fator para configurar e alterar senhas.

Olha Isso:  Eliminar problemas de login do Hotmail e Outlook

2) Mantenha os sistemas de email remendados

Ao usar software de correio eletrônico Outlook no computador ou laptop, ele deve ser atualizado com os patches mais recentes, as correções são desenvolvidas e implantadas para desconectar vulnerabilidades recém descobertas e interromper as ameaças mais recentes ao sistema de email.

Se você estiver usando uma plataforma de email antiga no seu desktop sem suporte, e não está recebendo esses patches de segurança críticos, com certeza você corre o risco de perder sua conta do Hotmail ou Outlook.

3) Evite Plataformas de Webmail

Os Webmails ou serviços de email baseados na web, como Hotmail/Outlook, Yahoo mail, Gmail e AOL mail, permitem o uso de uma conta de email por meio de um navegador da web.

O Webmail é uma das plataformas mais vulneráveis a ataques e é difícil para ser gerenciado, diferente de um email corporativo. Se você já acessou o e-mail pela Internet, verifique se o “https” aparece no endereço. Isso garante pelo menos uma conexão segura.